Sobre verões e outonos…

Carla: Você se lembra da vez em que me levou ao seu restaurante preferido pela primeira vez?

Daniel: Lembro-me… era um dia bonito de outono….

Carla: Mas era verão, Daniel…

Daniel: Não querida, era outono….

Carla: Eu me lembro que era verão… foi numa noite tão quente que, acabado o jantar, partimos para uma sobremesa bem gelada…

Daniel: Mas nós almoçávamos, meu amor….Neste dia, fiz com que você provasse o melhor pudim de leite da cidade…

Carla: … o sorvete de creme que tomamos estava fantástico. Pudim? É claro que não querido, eu detesto pudim.

Daniel: Mas naquele dia nós provamos o pudim. Quando saímos de lá o sol já fugia do céu, e o dia começava a esfriar…

Carla: Lembro que estava tão quente quando saímos que eu disse a você que pularia na fonte… A lua estava realmente linda… Você riu, apertando os olhos como esta fazendo agora.

Daniel: Eu me lembro que tirei meu casaco e coloquei em você, o vento estava mais frio que de costume e você se arrepiou com uma brisa que passava por nós…

Carla: Sim, é verdade. Mas não foi com a brisa que me arrepiei… Você está se confundindo, meu querido, isso foi num outro dia. Neste dia era verão, já era noite e nós caminhávamos na calçada quando você me deu um beijo.

Daniel: Sim, eu me abaixei de leve para arrumar a gola do casaco no seu pescoço, estava frio, estávamos tão perto… eu me inclinei e…

Carla: … me beijou e eu correspondi… foi nosso primeiro beijo… mas não estava frio, meu bem.

Daniel: Eu me lembro que estava ventando bastante. Parecia que o céu iria desabar em água… começou a chover!

Carla: Sim, começou uma tempestade de verão, e nós corremos para o seu carro… chegamos lá já bem molhados… foi engraçado.

Daniel: Você se lembra de como eu a encostei no carro, querida? Estava frio, chovendo e você estava linda, toda molhada, como eu jamais tinha visto outra mulher em toda minha vida.

Carla: Sim, eu me lembro… você me encostou no carro, olhou nos meus olhos e me beijou novamente. Estava chovendo muito mas fazia tamanho calor que eu senti vontade de pular naquela fonte novamente. Só que desta vez queria que pulássemos juntos.

Daniel: Estava frio, meu amor… era outono, estávamos em abril… pouco antes de eu te pedir em casamento…

Carla: Era Verão, querido… estava muito quente, e não estávamos em abril, mas sim em dezembro, dias antes do natal… e você pediu minha mão na primavera.

Daniel: Eu me lembro que era outono…

Carla: E eu, que era verão…

Daniel: Me lembro que já faz tanto tempo, meu amor…

Carla: Sim, meu bem, já faz muito tempo.

Daniel: Acho que estamos ficando velhos demais para lembrar de restaurantes, verões, outonos, carros e chuvas, minha querida…

Carla: Sim, acho que passou tempo demais, meu amor e nós já estamos confundindo datas, estações e sobremesas…

Daniel: Mas você estava linda e foi neste dia que eu decidi que iria me casar com você…

Carla: E foi neste dia que eu decidi que aceitaria me casar com você, meu velhinho dos almoços de outono…

Daniel: O que me deixou mais que feliz, minha amada dos jantares de verão…

Carla: Chega disso, meu amor, vamos dormir… afinal, que importa se era sobre verões ou outonos?… que importa, não é?!

Anúncios

Um comentário sobre “Sobre verões e outonos…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s