Memórias de um coração machucado…

Dos olhos dela escorriam lágrimas. De felicidade, não de
dor…

Era tão bom estar ali.

Quando, em seus momentos fora, ela pode comprovar que fazia tanta falta, virou os pés de volta ao caminho de casa. Mas era simples demais, fácil, apenas ela disse o contrario. Quando retornar parece melhor que seguir, seu coração já esta calejado de tropeços e pede pra voltar por entre os montes.

Mas ela estava de volta, em frente a casa onde tudo aconteceu e nada mais importava. Mesmo com a dor que ali passou, seu peito ardia de vontade de voltar. E por tantos anos ela ansiou em vê-la novamente, ali, sentada na varanda, com o mesmo sol, o mesmo gato, o mesmo vestido velho e pés cansados. Era só um abraço que ela queria. O abraço que traria de volta a dor já amortecida, mas que acolheria em casa, em sua única casa, seu coração machucado.

E aos que acharam que ela era feita somente de dor, enganaram-se. Nunca olharam fundo em seus olhos, pois, se o tivessem feito, reconheceriam nela o poder de fazer crescer as rochas.

Anúncios

Um comentário sobre “Memórias de um coração machucado…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s