Análise

Às vezes olho para as palmas das mãos para ter certeza. É incomum me sentir tão à vontade assim.

Noto as veias mais saltadas, o rosto mais marcado, os olhos mais fundos e mais brilhantes. Mais felizes. Mais conscientes.

Noto as cicatrizes novas, os ralados ganhos com os tombos atuais.

Percebo as carências superadas, os velhos medos vencidos, dando lugar a novas carências e medos mais atuais.

Vejo como empreguei mal o meu tempo. Como o desperdicei tentando convencer gente, tentando mostrar coisas que não me pareciam tão importantes.

Vejo quantas certezas adquiri e quanto do velho misticismo natural foi apagado. Noto o quanto engordei, o peso que perdi, os novos traços que ganhei.

Posso ver, no espelho, o reflexo mais sutil. Noto as diferenças no tom da pele, uma queimadura, uma pinta nova, uma vontade louca de poder ver como isso estará no futuro.

As rugas de ansiedade já se notam. Bem ao lado das de dor e das dos incontáveis sorrisos. Alguns até falsos. Outros de raiva. Alguns de pesadelo.

Penso em voltar em meus próprios passos, identificando qual tombo me deu aqueles olhos tristes. Investigar em qual destes desfiladeiros eu consegui esta confiança cega no poder e em qual alteração drástica eu ganhei esta raiva de mudar.

Apalpo cada pedaço, cada centímetro, e vejo que ainda está tudo aqui. Alguns pedaços mudaram, cresceram ou diminuíram. Ganhei novas marcas, novos desejos e novas ambições.

As coisas mudaram. As coisas sempre mudam.

Agora já posso apagar os desejos passados. O prazo de validade venceu, é hora de se desfazer.

Onde estava escrito esperança, estou escrevendo vontade. Três vezes.

Anúncios

Um comentário sobre “Análise

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s