Carta de despejo…

    
Oficialmente, você está despejado. Não há mais nada que possamos fazer para nos reconciliarmos, e já desisti de tentar te matar. Assassinato dá trabalho.
Assassinato dá fome…
Cansei de te olhar nos olhos toda manhã, de te acariciar a cara enrugada, de te aturar o mau humor, de te ajudar a achar as chaves.
Cansei de te aturar as chatices, as trapalhadas, o jeito que você reclama de tudo e todos.
Cansei de você, do seu papo e da sua cara. Cansei dos seus pés na minha sala, cansei da sua sombra no meu sono.
Caia fora…. deixe as toalhas.
E nem pense em me esquecer.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s